Inscreva-se

Recorrência

Datas nas quais existem programação para o curso.

Especialização em Gestão em Saúde – Brasília

Os serviços de saúde brasileiros passam por um período de transformação e renovação. A entrada de capital estrangeiro, a formação de grandes redes e a necessidade de reinvenção dos modelos existentes para garantir a sustentabilidade torna o setor um dos mais promissores e atraentes do mundo. Apesar do tamanho e das oportunidades, o modelo brasileiro de saúde privada apresenta repercussões econômico financeiras preocupantes.

Encontrar soluções para os problemas de um sistema de saúde público universal e reformular o sistema de saúde suplementar são tarefas árduas e necessárias para a sustentabilidade da saúde no Brasil. Na saúde pública, a gestão dos recursos ainda é pouco eficiente, necessitando de reavaliação e reestruturação. No setor privado, é preciso discutir formas de redução dos custos médico-hospitalares, além de readequar o modelo de oferta dos planos. Para isso, há cada vez mais necessidade de gestores especializados em saúde, competentes e eficazes, capazes de transformar e liderar equipes de alto desempenho.

A estruturação atual dos sistemas de saúde favorece a fragmentação e a desarticulação das ações e dos serviços, dificultando a produção de uma atenção integral à saúde. A ampliação de recursos para a área da saúde e a indução de políticas e formas de financiamento (orientadas por resultados e pela otimização de recursos) seriam capazes de alterar, significativamente, o atual cenário da saúde no Brasil. De uma forma geral, há uma transformação profunda do setor de saúde, migrando de um modelo baseado em volume de atendimentos e procedimentos, para valor e efetividade, impactando diretamente a promoção da saúde.

O segmento é complexo, dinâmico e com diversas especificidades. Mesmo com investimentos crescentes, a capacidade de os serviços de saúde responderem satisfatoriamente às demandas da sociedade com eficiência e eficácia desafiam as organizações atuantes no setor na busca pela geração de valor. Entre os maiores desafios no setor, a contratação e a manutenção de equipe qualificada de colaboradores e líderes ainda são preocupações relevantes.

Novos modelos de gestão são fundamentais para criar um ambiente mais sustentável para o setor, assim como para as organizações. Para tal, é necessário o desenvolvimento de competências essenciais, vislumbrando a incorporação de técnicas e ferramentas de gestão comprovadas, preparando profissionais para que possam ser protagonistas em suas respectivas organizações, compromissados com o aprimoramento das mesmas, no sentido da capacitação não só profissional mas, principalmente, para as mudanças pelas quais o setor de saúde passará num futuro próximo.

Diferenciais:

A metodologia proposta possibilita articulação entre teoria e prática de forma contextualizada: além das aulas e exposições dialogadas com especialistas, o aluno desenvolverá um projeto aplicativo ao longo do curso, aplicando conceitos, ferramentas e metodologias de acordo com as necessidades singulares de cada projeto.

Público-alvo:
O programa destina-se a profissionais que atuam ou planejam tornarem-se líderes de alto desempenho, exercendo atividades de gestão direta ou indireta em serviços e organizações de saúde. São eles profissionais da área de saúde, gestores e administradores. É exigida como formação mínima graduação.

Perfil do Egresso:

Ao final do curso, o profissional estará apto a planejar, desenvolver, acompanhar e avaliar projetos no campo da gestão em saúde, considerando todo o repertório apresentado em sala de aula e a capacidade de mobilizar tais conhecimentos na realidade do mundo do trabalho de cada aluno. 

     

Confira a opinião de quem faz 


 


 Especialização em Gestão em Saúde - Brasília


 

CONHEÇA TAMBÉM - Especialização em Gestão em Saúde – São Paulo


Fale conosco:
processo.seletivopos@hsl.org.br 
Telefones: 0800 730 2211